quinta-feira, 27 de maio de 2010

Emater-Pará é premiada em Congresso Brasileiro de Apicultura e Pará é escolhido para sediar evento de 2014

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) e o extensionista Ricardo Lustosa foram dois dos principais homenageados no XVIII Congresso Brasileiro de Apicultura, que aconteceu de 20 a 22 de maio em Cuiabá, reunindo mais de duas mil pessoas. A Empresa e o profissional foram reconhecidos pelo trabalho desenvolvido no Pará com estímulo à profissionalização da atividade apícola, georreferenciando toda a cadeia, e pela assistência continuada, com transferência de tecnologia, aos cerca de três mil agricultores familiares que criam abelhas no estado.
Desde 2007, a Emater tem se projetado nacionalmente no setor, quando uma experiência do escritório regional de Conceição do Araguaia, no sudeste do estado, passou a servir de exemplo de gerroferenciamento bem-sucedido, executado a partir de ferramentas de geotecnologias, como gps e softwares específicos.
A idéia foi apresentada, então, à Confederação Brasileira de Apicultura (CBA), que a transformou em aplicação nacional, instituindo o Programa Nacional de Georreferenciamento Apícola (Pngeo), do qual a Emater é coordenadora técnica em todo o Brasil. Em 2008, inclusive, Emater e CBA assinaram um convênio oficializando a parceria e colocando o extensionista Ricardo Lustosa, do Laboratório de Geotecnologias (Labgeo) da Emater, à disposição da CBA, para auxiliar no aperfeiçoamento e expansão do Pngeo. O convênio foi renovado em 2009.
Outra boa novidade anunciada em Cuiabá foi a escolha do Pará para sediar o Congresso em 2014. Será a primeira vez em que o evento será realizado na região norte.
"Estamos muito orgulhosos. Desde 2007 a Emater vem aperfeiçoando seu trabalho com apicultura e fortalecendo toda a cadeia. A apicultura é uma cadeia inconteste da agricultura familiar. Hoje, municípios do nordeste paraense já são identificados como bons produtores de mel. Este ano, produtores de Aurora do Pará e Benevides, por exemplo, passaram a fornecer mel para a merenda escolar", diz o diretor técnico da Emater, engenheiro agrônomo Raimundo Ribeiro, que esteve presente em Cuiabá e recebeu a placa de homenagem à Empresa.
Durante o Congresso, também, o presidente da CBA, José Cunha, foi reeleito para um novo mandato, de quatro anos. Além disso, a Emater do Paraná assinou convênio com a CBA para execução do Programa no estado.
"Entraremos agora na etapa de consolidação dos trabalhos. A reeleição do presidente da CBA por aclamação reflete o respeito e o crédito pelos trabalhos executados pela entidade. E o projeto carro-chefe da CBA é justamente o PNGEO, que nos últimos meses atravessou uma onda de adesões e fortalecimento de apoios, como reuniões com MDA [ Ministério do Desenvolvimento Agrário], renovação de convênio entre Emater-Pará e CBA e determinação da Prodeb [Empresa Baiana de Processamento de Dados] para desenvolvimento da plataforma nacional web do Programa. Com o Pará sediando o Congresso de 2014, cresce a visibilidade nacional da Emater-Pará e o sucesso da apicultura paraense", diz o veterinário da Emater Ricardo Lustosa, que também representou a Emater no Congresso ministrando a palestra "A Importância do Georreferenciamento para a Apicultura Brasileira".

Texto: Aline Miranda
Foto: Ricardo Lustosa
FONTE: SITE EMATER-PARÁ

Um comentário:

  1. Baziléa Rodrigues27 de maio de 2010 22:41

    Parabéns Ricardo!! Sempre me encantei com esse projeto e espero que possa expandí-lo para outras atividades. Temos demanda para Sao Domingos do Capim e esperamos contar com você.

    ResponderExcluir